Alguns Mitos Que Podem Estragar a Sua Dieta

[kkstarratings]

O açúcar amarelo é melhor que o branco? Os produtos magros ajudam a perder peso?

Para muitas pessoas perder peso podia ser resumido em palavras como medo, angústia e muita tristeza. Então, porque é que insistimos tanto nisso? Porque a vontade de ter um corpo dos sonhos é mais importante do que qualquer bolo a escorrer chocolate ou hambúrguer com batatas-fritas. Mas nem sempre é assim. Resultado: começar uma dieta com emergência.

O problema é que somos desafiados todos os dias com promessas de dietas de emagrecimento rápidas e eficazes, com coisas que prometem milagres. Mas atenção: nenhuma dieta saudável é restrita. Por isso, no começo não retire tudo da sua alimentação.

Sabe aquele pensamento de que não devemos, em momento algum, nos alimentar de  alimentos ricos em hidratos de carbono? Não é bem desta maneira. Por que se trata de um nutriente essencial ao nosso organismo e há formas de o ingerirmos sem engordar.

Aquela história dos produtos magros e light também não é de fiar. Lembre-se: tira-se de um lado para colocar em outro (e em quantidades generosas).

Damos ouvidos a tudo, o mais certo é estar a estragar completamente a dieta. A nutricionista Sónia Marcelo, autora do blogue “Dicas de uma Dietista” e do livro “Guerra ao Açúcar“, vai acabar com todas as suas dúvidas.

Frutos oleaginosos são extremamente proibidos em uma dieta

Existem ideias de que os frutos oleaginosos como as nozes, amêndoas ou avelãs são frutos muito calóricos e ricos em gordura e que, por isso, devemos eliminar da alimentação se o objetivo for a perca de peso. “De fato são frutos muito calóricos, principalmente, em grandes quantidades (exageradas) em que os consumimos habitualmente. Até porque um pequeno snack com uma dúzia de amêndoas tem menos calorias que um lanche com batatas”.

Além de tudo isso, estes frutos são ricos em proteínas, vitaminas, minerais, bem como em fibra. Eles são ótimos para nos mantermos saciados. Mais: a gordura presente nestes frutos é ainda mais benéfica para o sistema cardiovascular, desde que escolha as versões sem sal e sem serem fritos.

Margarinas (cremes vegetais) são mais saudáveis que a manteiga

As manteigas feitas à base de gordura animal, as margarinas ganharam popularidade nos últimos anos, principalmente porque a maioria das pessoas acham que são menos calóricas que a manteiga. Mas adivinhe? Elas não são.

Relata uma nutricionista, a maioria das margarinas ou cremes vegetais têm valores calóricos muito semelhantes às manteigas. Mais: uma grande parte destes cremes feitos à base de óleos vegetais têm gorduras hidrogenadas que aumentam os níveis de mau colesterol.

“Acima de tudo, nem as manteigas nem as margarinas devem fazer parte da sua alimentação com regularidade e deve evitar todo o tipo de produtos que tenham gorduras submetidas a grandes processos de industrialização na sua composição”.

É melhor açúcar amarelo do que o açúcar branco?

Muitas das vezes pensamos que o açúcar amarelo é muito mais saudável que o açúcar branco, mas a verdade é que não existe grandes diferenças entre eles. A principal está relacionada com a cor, já que o açúcar amarelo tem uma parte do melaço que resulta do processo que lhe dá a cor mais escura.

“Então, trocar o açúcar branco pelo açúcar amarelo não vai tornar a sua dieta mais saudável nem reduzir as calorias que consome porque são praticamente iguais’’.

Lamento dizer que não existem mesmo diferenças significativas ao nível da quantidade de minerais ou fibras, como a maioria das pessoas acreditam. Ou seja, a opção mais saudável é reduzir o consumo de açúcar, independentemente do tipo que escolher — só assim vai salvar a sua dieta.

Comer à noite engorda?

A velha história de que comer à noite engorda não podia ficar de fora desta lista de mitos. Vamos lá desvendar este mito: a hora em que se come não é o principal fator que determina o aumento de peso, mas sim as calorias e o tipo de nutrientes do alimento que decidimos comer.

“Se são consumidas calorias em excesso, mais do que o corpo necessita, ganha-se peso, independentemente se for pela manhã, à tarde ou à noite.”

Produtos magros ajudam a perder peso?

Isso seria bom, só que não é bem assim. É verdade que os produtos magros têm menos gordura mas, por outro lado, têm um maior teor de açúcar, amido e sódio. Basicamente, é tirar mais de um lado para colocar no outro.

“Outro problema é que por estar escrito ‘magro’, as pessoas tendem a comer em maior quantidade e com maior frequência, o que faz com que ingiram as mesmas ou até mais calorias do que com o produto normal’’.

Não devo comer nenhum alimento rico em hidratos de carbono?

De fato de quem quer emagrecer deve fazer um ajuste e diminuir o valor calórico e o teor de hidratos de carbono que vai ingerir durante o dia. Mas contudo, não devemos retirar completamente este nutriente da nossa alimentação.

“O mais correto é fazer escolhas mais acertadas e privilegiar os alimentos mais ricos em hidratos complexos, como a aveia, o centeio, arroz integral e a batata doce.” Já os hidratos simples, como bolachas, bolos, barras de cereais e sobremesas podem ser convidados a sair da mesa.

Quanto mais exercício físico fizer, mais posso comer?

como saber se meu treino esta surtindo efeito

Bom, isso talvez não seja uma boa ideia em pensar assim. É verdade que fazer exercício queima calorias e o metabolismo acelera. Mas atenção: isso não quer dizer que pode passar o dia a comer batatas-fritas, pastéis de nata e gomas. Sabia que um pastel de nata tem perto de 300 calorias? Agora junte esse valor ao das outras coisas que comeu e não devia.

 

 

 

Achou interessante? Compartilhe com seus amigos :)